Se vai assumir o compromisso de comprar casa e, para tal, vai recorrer a um crédito habitação, terá que optar por contratar o empréstimo com taxa fixa ou com taxa variável.

Apesar desta última ser volátil, uma vez que está associada às oscilações da Euribor, tem poupado algumas centenas de euros a quem a contrata – dado que as taxas de juro andam em terrenos negativos.

Porém, há bancos que, atualmente, estão a propor aos seus clientes a opção pela taxa fixa, pois prevêem uma subida da Euribor. Assim sendo, qual será, neste momento, a opção mais vantajosa?